Saturday, February 19

Os maiores mitos femininos

Meus amores, leitores, queridos e admiradores: hoje vamos por a nu o Grelo! Ah pois é (nada de taradices, ainda não é pra hoje a foto do Grelo_Manhoso, mas essa está para breve... aguardai!) vamos desmistificar as mulheres. Isto porque estamos cansadas, todas nós gajas, de sermos consideradas florzinhas de estufa, frágeis, exemplos de limpeza, entre outros. Este post de hoje fez-nos mandar quatro tragos de vodka para termos coragem de o escrever, tal não é a sua importância (muitos de vós cagarão no que digo, mas para as mulheres é importante...). Não foi um trabalho fácil, mas alguém tinha que o fazer. (Adoro esta frase, caralho!)

As mulheres cheiram mal - Sim, sim! Nós também temos os nossos insuportáveis odores virílhicos, sováquicos e aquele característico das partes fodibundas. Ah! E aquelas senhoras que usam as botas de cunha (oh homens, são aquelas botas de lycra que agora andam na moda, que têm o salto que acompanha toda a sola do pé. Podem vê-las em qualquer montra de sapataria) têm em mãos uma das bombas mais poderosas produzida pelo corpo humano! Uma verdadeira arma de destruição de oxigénio. Eu juro que quando as descalçava até via o ar a ficar amarelo, os olhos choravam e eu agoniava-me e mandava quatro ou cinco vómitos, tal não era o fedor. Muitas vezes tive que deitar as meias fora!

As mulheres peidam-se - As vezes até mais que os homens! Ah pois é! E também nos rimos umas com as outras quando alguma manda a bojarda mais sonora! Por isso mesmo, quando sentirem o característico cheiro a bufa num local público (fechado, de preferência) e se virem uma mulher com cara de orgulhosa, a bandida foi ela!!!

Fazemos concursos de arrotos - Upa upa!!! Eu tinha uma amiga no secundário que dizia os meus seis nomes a arrotar depois de emborcar uma fanta, uma seven up ou uma coca-cola.

Temos mais pelos que o caralho - Porque é que acham que andamos sempre metidas nas esteticistas? Se vissem o mato que temos que desbastar! E na barba?! Alguma vez olharam para a parte debaixo do queixo de uma mulher? Imaginam o que dói tirar essa merda com cera? Imaginam a dor que é tirar os pêlos das virilhas com aquela cera pegajosa?! E na bigodaça? Nós sofremos.

Pensamos muuuuuito em sexo - Ai amiguinhos... Se vocês sonhassem o que vai nas nossas cabecinhas durante o dia... huuuummmm... Começa no banho, enquanto espalhamos o gel de banho por todos os pontos erógenos; depois é enquanto esfregamos a pele com o creme hidratante, depois enquanto nos vestimos e depois nos transportes públicos (pensar em foda da rija é a única coisa que ainda me motiva a entrar num autocarro e enfrentar o trânsito infernal).
Ás vezes sinto a raposa (ver dicionário de sinónimos do grelo) a molhar-se, tais não são as fantasias... pensar só por pensar, capice? E, quando numa subida, o motorista pára e se sente aquela trepidação na skin head (ver dicionário de sinónimos do grelo) uuuuuuiii... é ORGÁSMICO! (Vão dizer-me que não gostam de a sentir nos, colhões, é?!)
Ah! E no tempo de aulas, não raras vezes, fantasiei que estava sozinha com o professor charmoso que me deu aulas nos quatro anos de curso, imaginava que ele me agarrava, que me apertava contra ele, me segradava coisas obscenas ao ouvido, depois tirava a minha roupa e lambia-me o corpo todo, chupava-me as mamas, roçava-se a mim, desapertava a braguilha e tínhamos uma sessão de sexo tórrido ali mesmo em cima da secretária dele. (Foda-se que até me molhei! Se me chamarem agora para ir jantar tenho que ir a apertar as coxas... Este cabrão continua a mexer comigo!)

As mulheres MASTURBAM-SE - Sim, sim, sim, sim! Parem de pensar que fazemos sexo apenas pelo elemento procriador. As mulheres também se masturbam por diversão, porque é bom, porque não há nada que fazer, porque ainda demora meia hora para a novela, porque estamos excitadas, entre outros. As vezes chegamos a fazer mais que os homens. É com cada guitarrada na escovinha de dentes (ver dicionário de sinónimos do grelo) que até ferve! E damos as dedilhadas as vezes que nos apetecer, porque temos a capacidade de ter os orgasmos que bem entendermos, sempre que quisermos... para além disso, podem ser múltiplos. E isto acontece sempre que metemos mãos à obra. (huuuuuuummmmmm) E porque é que variamos nos orgasmos? Ora, isto porque nós temos a capacidade de ter orgasmos internos e clitorianos. As mais hábeis conseguem-nos ao mesmo tempo (basta estimular os dois pontos orgásmicos). Ás vezes só paramos quando sentimos o cheiro a borracha queimada!

Portanto e já que estão desfeitas as dúvidas, nunca nos façam estas perguntas directamente, porque as respostas estão aqui.
O Grelo entende se alguns/as de vós se fecharem no quarto-de-banho por dez minutinhos e sairem de lá com os olhinhos a brilhar e as pupilas dilatadas.
Esperando ter aquietado/estimulado as mentes mais inquietas e perguntadoras, este vosso, que é de todos, Grelo_Manhoso.

2 Comments:

Blogger teatro said...

ora bolas nada disso é de novo para mim, a mulher é um bicho como os outros só mais teimoso.

5:46 AM  
Blogger ABC said...

estão a tratar a mulher cdomo se um animais fora do comum.
Achamos nojento a forma como abordam estes temas

8:52 PM  

Post a Comment

<< Home